Apresentação da Comunidade Energética Intermunicipal: uma iniciativa da LIPOR para a valorização de resíduos e a partilha de eletricidade produzida

2024-02-16

No passado dia 11 de janeiro decorreu, na Central de Valorização Energética da LIPOR, a apresentação da nova Comunidade Energética Intermunicipal.

A iniciativa, promovida pela LIPOR e seus Municípios Associados, e que conta com a adesão de outros municípios e instituições em contiguidade geográfica à área de atuação da LIPOR, tem como objetivo a produção e a partilha de eletricidade produzida a partir da valorização energética de resíduos na Central da LIPOR, proporcionando aos aderentes da Comunidade benefícios ambientais, económicos e sociais.

A criação desta Comunidade permitirá a partilha descentralizada de energia limpa, renovável, a redução da fatura energética sem investimento, a redução de emissões de gases de efeito estufa, a contribuição para os compromissos nacionais e europeus para a descarbonização, o cumprimento de objetivos e metas dos Municípios participantes, de acordo com o Pacto dos Autarcas para o Clima e Energia.

Quais as entidades aderentes à Comunidade Energética Intermunicipal?

Entre as entidades aderentes à Comunidade, até o momento, estão a própria LIPOR; as Câmaras Municipais de Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo, Vila do Conde, Trofa, Santo Tirso e Paredes; a Santa Casa de Misericórdia do Porto; a Espaço Municipal E.M. (Maia); a APDL - Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo S.A.; a Maiambiente E.M. (Maia); a Matosinhos Habit E.M. (Matosinhos); a Matosinhos Sport E.M. (Matosinhos); a Casa da Arquitetura (Matosinhos); a Águas e Energia do Porto E.M. (Porto); a Porto Ambiente E.M. (Porto); a Domus Social E.M. (Porto); a Gestão e Obras de Porto E.M. (Porto); a Ágora – Cultura e Desporto do Porto E.M. (Porto); o Centro Hospitalar e Universitário de São João e os STCP (Porto).

Contribuindo para os compromissos, locais, nacionais e europeus, para a descarbonização, a LIPOR e as entidades participantes dão, assim, mais um passo na direção da Transição Energética.